Cenário Agro 2020

Cenário Agro 2020

Nesta nova década que se inicia o setor do agronegócio Brasileiro cresce com pujança sobre tudo com o auxilio da tecnologia e de novas formas de venda, a rastreabilidade é uma das ferramentas para confirmar a qualidade do produto, e o controle sobre o recall do alimento produzido.

No inicio da temporada dos nossos posts vamos repassar para você usuário da plataforma Frutag uma previa do cenário agrícola para 2020 no setor de FLV.

Boa leitura!

– PANORAMA MUNDIAL

A produção mundial de frutas tem apresentado um crescimento contínuo. No triênio 89/91 era de 420,0 milhões de toneladas, ultrapassou as 500,0 milhões de toneladas em 1996 e em 2017 colheu-se um volume de 865,2 milhões de toneladas. De 2008 a 2017 a área colhida teve um crescimento de 10,1% e a produção incremento de 20,3%. Quando se compara as colheitas de 2017 com 2016, esta foi superior em 0,7% em relação ao ano anterior, enquanto a área permaneceu praticamente a mesma. A oferta de uma determinada fruta ao longo do ano é possível, pois as relações comerciais na Fruticultura se caracterizam por se complementarem com produções do Hemisfério Norte e Hemisfério Sul. A produção mundial de frutas se caracteriza pela grande diversidade de espécies cultivadas, e constitui-se em grande parte por frutas de clima temperado, produzidas e consumidas, principalmente no Hemisfério Norte.

Com aumento nas exportações, Agro 2020 promete ser ano positivo economicamente

Setor que se destaca no cenário brasileiro, o agronegócio é uma das áreas mais promissoras quando é analisada a situação econômica do Brasil. Dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) mostram que otimismo em relação ao Agro 2020 é absolutamente justificável. Em 2019, a área superou as estimativas iniciais para o ano, batendo 1,4% de crescimento (a meta inicial era de 0,5%).

Estima-se que o crescimento do Agro 2020, segundo o instituto, baterá cerca de 3,2% durante todo o ano. Os números mostram como o momento é favorável para o setor, principalmente por conta do ganho de produtividade no trabalho direto com uma série de produtos.

O Agro 2020 e sua importância
Antes de explorar detalhes, é importante explicar no que consiste o agronegócio.

Este termo diz respeito a todos os âmbitos da produção agropecuária, incluindo uma série de equipamentos, serviços e técnicas. Destaca-se que também são envolvidas atividades agrícolas, além de toda a atividade guiada pela pecuária.

Também vale destacar que toda a demanda tecnológica para a evolução do setor também é considerada. Dessa forma, a projeção econômica para o Agro 2020 diz respeito a todo o dinheiro que os nichos desta economia poderão movimentar durante os próximos 12 meses.
Fonte: Agro 2.0

Entre as principais previsões da agricultura para 2020, vale destacar o ganho em produtividade em alguns setores específicos.

Os estudos do IPEA apontaram que o crescimento constante nas safras de milho, ovos e algodão faz com que o mercado interno esteja muito mais aquecido, além de trazer uma demanda nova de exportação para diversos países.

Segundo os especialistas do mercado, há dois problemas que podem atrapalhar o Agro 2020 com maior frequência. O primeiro deles é o atraso na safra de soja, produto que é tradicionalmente procurado por vários países.

As produções de Mato Grosso do Sul e Goiás encontram problemas com os prazos, o que pode gerar prejuízos em conflito com o período de safra do milho, que está se tornando um agente importante na economia nacional.

Outra preocupação dos agricultores é a tramitação da PEC 45, uma emenda constitucional que vai estabelecer reformas na tributação. Este fator pode fazer com que os investimentos dos produtores precisem se tornar ainda maiores.

O setor já envolve muito investimento em tecnologia e, assim, mais gastos podem atrapalhar a prosperidade das safras do Agro 2020.

Para o setor de Fruticultura a preocupação com embalagens será de extrema importância assim sendo um diferencial de mercado;

TENDÊNCIAS DE EMBALAGENS

Para a fruticultura

O Brasil desperdiça, em média, 30% de sua produção de frutas e hortaliças. Metade dessa perda é causada pelo manuseio e transporte inadequados. Uma embalagem adequada representa redução do desperdício, aumento da durabilidade e o frescor dos frutos, além de melhorar a apresentação para as vendas. O Boletim de Inteligência abordará a importância das embalagens para as frutas, tendências e exemplos bem sucedidos de embalagens no mercado.

Funções da embalagem:

Proteção dos frutos, Movimentação, Identificação, e rastreabilidade Identidade de marca e atração do consumidor Exposição no ponto de venda

TENDÊNCIAS EM EMBALAGENS

Macrotendências

O Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital) desenvolveu um estudo sobre as tendências de embalagens: o Brasil Pack Trends 2020. O mercado será norteado pelas macrotendências: conveniência e simplicidade; estética e identidade; qualidade e novas tecnologias; sustentabilidade e ética; segurança e assuntos regulatórios.

Conveniência e simplicidade: Embalagens que facilitam o dia a dia e economizam tempo nas atividades, funcionais e sem complicações. As embalagens apresentam facilidade de abertura; possibilidade de refechamento; praticidade no preparo, uso e descarte.

Estética e identidade Embalagens que favorecem a identificação pessoal com a marca e o produto. Podem refletir o status, o estilo de vida do consumidor ou representar a busca pela qualidade de vida e pelo bem-estar. As embalagens devem trazer sofisticação e luxo; diferenciação; provocar sensações e emoções.

Qualidade e novas tecnologias: Embalagens que atuam sobre o produto, aumentando sua vida útil e segurança. Elas também podem monitorar e indicar o frescor e a qualidade dos alimentos. São embalagens com nanotecnologia e/ou que usam biopolímeros. Podem emitir aromas; absorver ou controlar umidade; indicar temperatura e possuir biossensores.

Sustentabilidade e ética: Embalagens que levam em consideração a alteração do comportamento do consumidor, mais consciente e preocupado com o meio ambiente. São embalagens produzidas com redução de energia e emissões de carbono, além da utilização de materiais de fontes renováveis

Segurança e assuntos regulatórios: Embalagens que garantem segurança, qualidade e confiabilidade aos alimentos, informando o consumidor, mantendo a vida útil esperada e outros aspectos. Uma das formas de demonstrar esse conceito é a utilização de selos que atestem a conformidade com determinadas legislações. As embalagens devem proteger e conservar os alimentos; controlar contaminação química e estar de acordo com legislações da área.

Clima

Brasil pode ter ondas de frio já na segunda quinzena de abril

Tendência foi apontada por centro de meteorologia dos EUA, que mantém previsão de não ocorrência dos fenômenos El Niño e La Niña

De acordo com o primeiro boletim de 2020 divulgado pelo Centro Americano de Meteorologia e Oceanografia (NOAA), está mantida a previsão de neutralidade climática, ou seja, sem a presença dos fenômenos El Niño e La Niña. Com isso, a expectativa é de que as primeiras ondas de frio já comecem na segunda quinzena de abril na região Sul.

Segundo especialistas, a neutralidade é favorecida até o outono de 2020 no Hemisfério Sul, com aproximadamente 60% de chance. Essa condição pode se estender até o inverno.

A gangorra na chuva volta a aparecer em abril, com a umidade da Amazônia canalizada para a área entre o Paraguai, norte da Argentina e região Sul do Brasil. Além disso, começam a ocorrer os primeiros episódios de chuva mais intensos na costa leste do Nordeste. Como é natural do mês, diminui a chuva no Sudeste e no Centro-Oeste. Há condição para ainda ondas de calor no Sudeste em abril, mas, com a neutralidade no Pacífico durante o outono, as primeiras ondas de frio podem atingir a região Sul na segunda quinzena do mês.

O Brasil central começa a registrar poucas precipitações em maio. O destaque é a chuva excessiva prevista para os três estados do Sul, o que deixa as temperaturas máximas dentro dos parâmetros normais, por causa do excesso de nuvens.

Em junho, quando começa o inverno, as chuvas ganham força na costa leste do Nordeste como é comum para esta época do ano e persistem no Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Nas outras áreas do Brasil, começa o período mais seco do ano. Estas tendências podem se alterar de forma pontual ao longo dos próximos meses.

Poder entender o clima favorece muito ao produtor rural, pois pode-se diminuir os riscos de produção e antecipar variações climáticas que possam ocorrer e acabar por diminuir a produção esperada para o ano.

2020 está se caracterizando ser um ano de grandes mudanças no setor agropecuário, cabe ao produtor rural ficar de olho nas exigências e novidades, o uso da tecnologia tambem é de grande valia nessas condições, e a equipe da Frutag está pronta para ajudar você no que for necessário. Nossas plataformas ganham cada vez mais força agregando a isso o conhecimento técnico para deixar você amigo cliente sempre na frente.

A equipe da Frutag deseja um ótimo 2020!

Deixe uma resposta