Como desenvolver a embalagem ideal para seu produto?

Como desenvolver a embalagem ideal para seu produto?

A embalagem é um importante canal de comunicação com o consumidor no ponto de venda. Por meio dela, é possível enfatizar os diferenciais do produto, atrair a atenção das pessoas e criar conexões com o público.

Além de contar com um design bonito, a embalagem não pode deixar de lado a sua principal função: proteger e garantir a segurança do produto. Portanto, é essencial unir os elementos visuais com os atributos técnicos para que a embalagem seja funcional, segura e facilite o uso do produto pelo consumidor.

A embalagem tem o poder de evocar sensações e atrair a atenção e o desejo do consumidor. Na contramão, uma embalagem que não foi bem trabalhada também pode transformar excelentes produtos em fracassos de vendas. 

Para desenvolver uma embalagem ideal é preciso:

1. Design

Os elementos visuais da embalagem devem ir de encontro com o perfil do público e os valores e diferenciais da marca. Assim, um item destinado a um público jovem precisa transmitir essa mensagem no PDV (ponto de venda) por meio das cores, fontes e demais elementos, por exemplo.

2. Segurança e facilidade de manuseio

Não basta que a embalagem seja apenas bonita. Ela precisa assegurar a integridade do produto e colaborar para a sua preservação. Além disso, ela deve facilitar o manuseio e o uso para o consumidor.

Portanto, é fundamental entender como o produto é consumido. Dessa forma, é possível garantir que a embalagem manterá as suas características e ainda trará maior comodidade às pessoas.

3. Economia e sustentabilidade

Economia e sustentabilidade podem andar lado a lado no desenvolvimento de uma boa embalagem. As indústrias que envasam água mineral em embalagens sustentáveis são um excelente exemplo disso.

Para você te ruma ideia, o invólucro que permite que a garrafa seja torcida diminui os custos de frete, facilita o manuseio e ainda simplifica o processo de reciclagem. Ainda, 30% da matéria-prima dessas garrafas são da cana-de-açúcar, o que elimina cerca de 20% das emissões de CO2.

Outro dado que vale citar é resultado de um estudo realizado pela Nielsen. Nele, as embalagens na versão econômica representaram 60% de aumento nas vendas das categorias mais importantes em faturamento nos supermercados, como bebidas, derivados de carne e laticínios.

Com isso, é possível concluir que oferecer outras variações de embalagens dos produtos, especialmente em épocas de crise, faz toda a diferença para manter as vendas em ritmo crescente. Aqui, podemos destacar, por exemplo, as embalagens com apelo de refil, que oferecem excelente custo-benefício ao consumidor.

4. Escolha das cores

Outro ponto importante no desenvolvimento de uma embalagem atrativa é a escola das cores. Afinal, as cores podem despertar em nós sensações de saciedade, fome, prazer ou frescor.

Nesse sentido, é importante dizer que pesquisas apontam que demoramos cerca de 90 segundos para fazermos o julgamento de um produto. E de 62% a 90% dessa avaliação é baseada nas cores.

A cor vermelha, por exemplo, pode ser capaz de estimular o apetite e induzir à ação. Além disso, costuma transmitir um senso de urgência. Já o amarelo é uma cor que estimula o otimismo e sugere alegria e jovialidade. O azul, relacionado a alimentos, também pode estimular a sensação de frescor.

5. A importância da tecnologia

Com a evolução da tecnologia, o desenvolvimento de embalagens também está evoluindo. É possível usar sensores de rastreamento para acompanhar toda a logística e, assim, garantir maior segurança e conformidade aos produtos ao chegarem ao PDV.

Inclusive, o uso de sensores é muito falado na Indústria 4.0, sendo um dos atributos fundamentais para as indústrias que buscam tornar todo o processo mais otimizado. A plataforma Frutag faz uso dessa tecnologia. quer conhecer mais? Acesse nosso site, fique por dentro de tudo e deixe seu produto sempre na frente.

Deixe uma resposta